Ácido Retinóico

O ácido retinóico é muito indicado por dermatologistas para o tratamento de rugas, acne, espinhas, manchas na pele, rejuvenescimento da pele, entre outros problemas. Entre suas principais aplicações, o ácido retinóico é utilizado em peelings superficiais, indicados para as peles que não apresentam problemas maiores ou mais pronfundos. Neste caso, o ácido retinóico age na epiderme, fazendo uma espécie de esfoliação na pele.

Derivado da vitamina A, o ácido retinóico possui aparência amarelada e, depois de aplicado na pele do paciente, deve permanecer em repouso por pelo menos seis horas. Na maioria dos casos, não há contra-indicação para o uso do ácido retinóico, entretanto, as mulheres gestantes ou que estão amamentando não devem fazer uso do produto. Isso porque o ácido retinóico pode causar problemas no desenvolvimento do feto, bem como, atrapalhar o desenvolvimento do bebê.

Apesar de ser bastante indicado para os tratamentos estéticos, o ácido retinóico só deve ser utilizado sob prescrição médica. Isso porque o ácido deixa a pele mais sensível e durante o período de tratamento o paciente deve redobrar os cuidados com a pele. O principal cuidado para quem faz tratamento com ácido retinóico é a proteção da pele contra o sol, com o uso de protetores solares com FPS alto, chapéus, bonés, e outras formas de proteção.

Segundo os especialistas, este tipo de substância, quando prescrita por um especialista, só pode ser utilizado durante o período da noite, devido a sua característica de fotossensibilidade e o tratamento deve ser interrompido com pelo menos 48 horas de antecedência por pessoas que precisem ficar expostas ao sol, inevitavelmente.

Para saber mais sobre a aplicação do ácido retinóico, entre em contato com um médico dermatologista de sua confiança.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *